Loja Kick Push Wear

Artista do Mês da Kick Push – Emicida



Nosso Artista do Mês da vez é um cara de responsa e que representa e muito o rap nacional. Seu nome é Leandro Roque de Oliveira, porém você deve conhece-lo como Emicida.

Ele conseguiu não apenas se tornar um ícone do hip-hop brasileiro, mas também entrar de vez na história da música nacional, deixando bem claro todo o poder e a influência do rap. 

Emicida nasceu em São Paulo em 17 de agosto de 1985, e seu pai faleceu enquanto ainda era criança. O potencial dele começou a desabrochar logo na adolescência, época em que ele começou a fazer suas primeiras rimas.

A carreira teve início em 1990, e então  nome artístico surgiu. Por vencer 11 vezes consecutivas a batalha de MC de Santa Cruz e 12 vezes a Rinha dos MC, Leandro começou a ser chamado de “homicida” por “matar” seus adversários na rima com muita improvisação.

Daí juntaram “MC” e “homicida”, surgindo “Emicida”.

Desde a morte do eterno Sabotage, Emicida é considerado um dos maiores nomes do rap nacional, sendo que sua principal e mais marcante característica é o improviso.

O seu primeiro single chegou em 2008, o “Triunfo”, que vendeu praticamente 700 cópias no primeiro mês. Já no ano seguinte ele lança seu primeiro mixtape¸ o “Pra quem já Mordeu um Cachorro por Comida, até que eu Cheguei Longe...”.

Graças ao sucesso feito por esse álbum – e pelo single “Triunfo” -, Emicida foi indicado para o Video Music Brasil 2009, nas categorias:  "Melhor Grupo/Artista de Rap", "Aposta MTV" e "Videoclipe do Ano" - porém não venceu em nenhuma delas.



Mas, com nem tudo são flores, Emicida também se envolveu em problemas com a polícia, quando pediu que a plateia “levantasse o dedo do meio para os policiais que desocupavam famílias humildes”, como uma menção a Ocupação Eliana Silva.

Nesse episódio ele foi levado a delegacia, ouvido e logo depois liberado.

Em 2010 o seu segundo single foi lançado, “Emicídio”. Esse single em especial conta das dificuldades que enfrentou até conseguir chegar onde estava.

Alguns meses depois seu novo mixtape foi lançado, também intitulado de Emicídio, e contou com participações especiais de Rael da Rima e Kamal. 

Emicídio deu ao rapper a oportunidade de participar do Festival de Coachella em 2011 – Califórnia, EUA -, e esse foi um marco importantíssimo em sua carreira musical. Isso pois Emicida se tornou o primeiro rapper brasileiro que se apresentou num dos maiores festivais de música dos EUA. 


Ainda em 2011, Emicida participou do Rock in Rio, subindo duas vezes ao palco. Foi também nessa época que o rapper Criolo apareceu como uma excelente parceria, ao ponto de resultar um CD e DVD ao vivo com os dois. 

No mesmo ano de 2011, Emicida ainda participou do line-up do festival SWU, em Paulínea, mesmo festival em que rappers consagrados como Snoopy Dog e Kanye West se apresentaram.

Nesse ano ele ainda voltou a concorrer no VMB 2011, ganhando como “Clipe do Ano” com “Então Toma” e “Artista do Ano”.
 


Não é preciso de muito para entender o quanto o reconhecimento da cultura hip-hop deve a Emicida, e nem o porquê do mesmo ser tão importante para a cultura brasileira.

Tendo como objetivo homenageá-lo, a Kick Push Wear o escolheu como Artista do Mês.

Gostou do nosso texto Deixe seus comentários, compartilhe esse conteúdo com seus amigos e siga a Kick Push Wear no Facebook, Instagram e YouTube.


 

2 comentários:

  1. Realmente este camarada é show de bola. Um astro em ascensão.

    ResponderExcluir
  2. Um camarada considerado hj como uma importante revelação do hip hop nacional. TOP!!!

    ResponderExcluir

Kick Push Wear. Tecnologia do Blogger.