Loja Kick Push Wear

Artista do Mês da Kick Push - Jay Z




Nosso Artista do Mês da vez é o Jay Z, um dos rappers mais influentes e de maior patrimônio americano. Shawn Corey Carter é um grande exemplo de volta por cima, e desde cedo aprendeu a se virar, o que resultou em tudo o que tem hoje. Ele nasceu e cresceu num projeto habitacional de Bedford-Stuyvesant, no Brooklyn, Nova Iorque, e sempre pareceu ter uma ligação especial com a música. Foi abandonado pelo pai, ficando apenas com mãe e irmãos, e estes várias vezes foram acordados por ele durante a noite, com os barulhos de tambores e instrumentos de cozinha. Sua mãe, Gloria Carter afirma que “Shawn Carter foi o único que não me causou dor quando nasceu, eu sabia que ele seria especial”.

Mas como nem tudo são flores, Jay Z também já se envolveu com venda de crack na adolescência, e chegou a dar um tiro no irmão por este ter roubado suas joias. Seu caminho no hip-hop começou a ser traçado graças a influência e ajuda do rapper Jaz-O, mais ou menos no ano entre o fim dos anos 80s e início dos 90s. Shawn começou fazendo freestyles e compondo, e nessa mesma época começou a fazer gravações com o Jaz-O e LL Cool J. O reconhecimento chegou graças as participações nas canções “Show And Prove” do Big Daddy Kane e “Da Graveyard” do Big L. Gravou seu primeiro single em 1994, o “I Can’t Get With That”.




Sua carreira só começou de verdade em 1996, quando entrou para o grupo Original Flavor, onde Jay Z muito se ressaiu. Mas isso tudo ainda não foi o suficiente para conseguir um contrato com uma gravadora, o que os levou a criar uma marca independente, a  Roc-A-Fella Records. Só então conseguiu um contrato com a Priority Records, lançando assim seu primeiro álbum em 1996, Reasonable Doubt”, que contou com uma participação do The Notorious B.I.G e as batidas do DJ Premier. O álbum entrou pra lista dos “500 melhores álbuns de sempre” da revista Rolling Stones e recebeu a certificação de platina da RIAA. Já no ano seguinte, lançou o álbum “In My Lifetime Vol. 1” , com o então contrato com a Def Jam Recordings. O novo álbum vendeu muito mais que o primeiro, e segundo Jay Z foi gravado numa época difícil, logo após a morte de Notorious B.I.G.

O sucesso só começou a aparecer em 1998, quando lançou seu terceiro álbum, “Vol. 2... Hard Knock Life” com o single "Hard Knock Life (Ghetto Anthem)", fazendo com que Jay Z ganhasse seu primeiro Grammy. Em 1999 veio o álbum “Vol. 3... Life and Times of S.Carter”, que vendou mais de 3 milhões de cópias. Esse álbum contou com a participação do UGK, no single “Big Pimpin”. Nessa mesma época ele também foi acusado de esfaquear o produtor musical Lance “Un” Rivera, que havia sido pego contrabandeando seu disco. Jay Z pegou 3 anos de prisão com liberdade condicional, o que não o impediu de continuar seus projetos musicais.




A qualidade musical de Jay Z só aumentava, e em 2001 veio o álbum “The Blueprint”, onde trabalhou pela primeira vez com o Kanye West e fez suas primeiras críticas a dois rappers famosos, Nas e Prodigy, levando Jay Z e Nas a terem rixa até os dias atuais. Em 2009 Jay Z também quebrou recordes, ultrapassando Elvys Presley como artista solo com mais álbuns, tendo 19 na sua coleção. Além de tudo isso, carrega em sua malinha títulos como ser ex-CEO da Jef Dam Recordings, um dos criadores da linha de roupas Rocawear e coproprietário da 40/40 Club, sem esquecermos da Roc-A-Fella Records e Roc Nation. Jay Z também tem um casamento querido e polêmico com Beyoncé, pois boatos de traição e separação estão sempre rodeando o casal.

Depois de tudo, ficou bem claro o por que escolhemos o Jay Z como Artista do Mês da Kick Push, pois ele é a prova de que alcançar seus objetivos é sim possível, mesmo que custe anos e mais anos de trabalho e de muito talento.

Gostou do nosso texto? Deixe seus comentários, compartilhe esse conteúdo com seus amigos e siga a Kick Push Wear no Facebook, Instagram e YouTube.


Nenhum comentário

Kick Push Wear. Tecnologia do Blogger.